Ratatouille de grill

INGREDIENTES:
– 1/2 beringela média
– 1/2 abobrinha média
– 1/4 de pimentão amarelo
– 1/4 de pimentão verde
– 1/2 cebola em rodelas
– 1 tomate grande picado em cubos
– 10 azeitonas verdes
– 1/2 lata de ervilhas
– cheiro verde, azeite e shoyu a gosto

MODO DE PREPARO:
– Corte a beringela, a abobrinha e os pimentões em tiras.
– Refogue o cheiro verde, a cebola, o tomate, e os pimentões com o azeite por 2 min.
– Acrescentete a beringela, a abobrinha e a ervilha, mexa e deixe cozinhar com a tampa fechada por 5 min ou até os legumes ficarem “molinhos”.
– Acrescente shoyu e as azeitonas mexendo um pouco e deixe cozinha por mais 2 min com a tampa fechada.

Couve-Flor Gratinada

INGREDIENTES:
1/2 couve-flor grande
1 colher (chá) de sal
4 colheres e 1/2 (sopa) de manteiga
3 colheres (sopa) de farinha de trigo
2 xícaras de leite
1 lata de creme de leite
1 colher (chá) de noz moscada
Queijo parmesão ralado
Salsinha picada.

 

MODO DE PREPARO:

  1. Separe a couve-flor em galhinhos, lave bem e cozinhe em água fervente, por cerca de 10 minutos.
  2. Escorra e passe para um refratário. Reserve.
  3. Derreta a manteiga, junte a farinha de trigo e mexa rapidamente para não formar grumos.
  4. Acrescente a noz moscada e o sal diluídos no leite, aos poucos, sem parar de mexer.
  5. Junte o creme de leite e retire do fogo.
  6. Espalhe sobre a couve-flor e polvilhe o queijo ralado e a salsinha.
  7. Leve ao forno quente (200º graus) por cerca de 15 minutos para gratinar

TORTA QUEIJO E PRESUNTO

INGREDIENTES

08 FATIAS DE PÃO DE FÔRMA
04 FATIAS DE QUEIJO PRATO
04 FATIAS DE PRESUNTO
01 LATA DE CREME DE LEITE
03 OVOS
01 TOMATE FATIADO
ORÉGANO E QUEIJO PARMESÃO RALADO

MODO DE FAZER

  1. Num recipiente quadrado, coloque 4 fatias de pão de fôrma, cubra cada fatia com uma de queijo, uma de presunto e outra de pão. Bata os ovos e junte o creme de leite.
  2. Despeje sobre os sanduíches, decore com o tomate e polvilhe o queijo parmesão e orégano.
  3. Leve ao microondas por 8 a 10 minutos na potência média máxima, até o creme de firmar.

Uma garrafa de plástico custos nada, mas o que você pode fazer com ela

Cada casa tem muitas garrafas pet e quando bebemos muita água ou refrigerantes, o número pode ser algo assustador.
Não há necessidade de jogá-las fora! 
boliche_de_minons
As garrafas são a base perfeita para criar vários bonito e prático com os mesmos objetos de decoração ou de uso para a rotina.
 
Seguem algumas ideias!
comedores
vaso_de_gato 

6 benefícios da nutrição animal Grain Free para cães e gatos

Na natureza, cães e gatos se alimentavam quase exclusivamente de carne, não necessitando de grandes quantidades de carboidratos ou cereais. O sistema digestório curto, a conformação dos dentes e maxilar, além da ausência de amilase salivar confirmam este ponto.
Pensando em respeitar a anatomia e o metabolismo desses animais, a Farmina Pet Foods desenvolveu uma linha de produtos com elevados níveis de proteína de origem animal, baixa quantidade de carboidratos, sem ingredientes transgênicos, sem cereais (grain free). Além disso, os produtos são conservados naturalmente e livres de BHA-BHT.

Confira os 6 diferenciais da alimentação Grain Free da Farmina:

1. Possui alta quantidade de proteína de origem animal: utiliza proteínas de origem animal como frango, cordeiro, peixe e ovo que são altamente digestíveis e possuem alto valor biológico. O alimento contém nível de proteína muito semelhante às quantidades proteicas presentes nas presas que caninos e felinos consumiam em seu habitat natural. Em consequência, os animais adquirem melhor desenvolvimento muscular e pelos mais brilhantes.

2. Baixa quantidade de carboidratos: os alimentos possuem pouca quantia de batata e, por isso, apresentam nível de amido reduzido e livre de transgênicos.

3. Gorduras de origem animal de fácil assimilação: na alimentação natural dos carnívoros, as gorduras essenciais eram derivadas de fontes animais e não vegetais. Desta forma, para respeitar a natureza dos pets, a linha N&D Grain Free utiliza apenas gorduras de origem animal em sua composição.

4. Vitaminas e minerais em quantidades equilibradas, complementadas por frutas, verduras e legumes: possui frutas como a maça, romã, blueberry, uva e laranja, que contém antioxidantes naturais. Além disso, é suplementada com altas doses de Vitamina E, Vitamina C, Taurina, Luteína e Betacaroteno, que também agem como antioxidantes naturais, protegendo as células dos radicais livres e retardando o envelhecimento precoce do animal.

5. Ingredientes funcionais que conferem benefícios à saúde de cães e gatos: A linha N&D Grain Free possui prebióticos, como o MOS/FOS, que atuam em conjunto favorecendo a saúde e a proteção intestinal. Já a condroitina e a glucosamina nutrem a cartilagem e minimizam sua degeneração. A inclusão de zeolita, que é uma argila, protege o trato intestinal e elimina toxinas. Os minerais orgânicos são melhor aproveitados pelo organismo e proporcionam melhora na saúde e vitalidade do animal.

6. Essências botânicas: fazem parte da composição dos alimentos da linha N&D Grain Free plantas e ervas como cúrcuma, alfafa, psyllium, aloe vera e chá verde. Essa constituição busca reproduzir a tendência dos animais de selecionar, de forma instintiva, o que favorece a manutenção do seu estado de saúde e melhora de seu bem-estar.

Hábito de fumar potencializa nível do mau colesterol

Segundo estimativa da OMS, um terço da população mundial adulta, ou seja, cerca de 2 bilhões de pessoas, são fumantes

De acordo com dados da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS), realizada pelo Ministério da Saúde, em parceria com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 18,4 milhões de brasileiros, com mais de 18 anos, apresentam colesterol alto, o que representa 12,5% da população adulta. Outro número alarmante é o de fumantes. Estimativas da OMS apontam que um terço da população mundial adulta, ou seja, 2 bilhões de pessoas, sejam fumantes. Além disso, pesquisas comprovam que cerca de 47% de toda a população masculina mundial e 12% da feminina fumam.

Embora algumas pesquisas mostrem que no Brasil o número de fumantes venha diminuindo nos últimos anos, essas duas estatísticas representam uma situação extremamente preocupante para a saúde da população. Tanto o fumo como o excesso de gorduras no sangue são fatores de risco importantes para uma condição clínica chamada aterosclerose, que é o acúmulo de gordura nas principais artérias do organismo. O endotélio (revestimento interno nas artérias) sofre agressão por diversos fatores, como a hipertensão, o colesterol elevado e o tabagismo. Isso favorece o acúmulo de gorduras nessas artérias, principalmente o LDL, o que leva, a médio e longo prazo à obstrução desses vasos sanguíneos, com a diminuição do sangue que chega aos principais órgãos, como por exemplo, coração ou cérebro. O resultado final desse processo é a ocorrência de infarto ou AVC, esse último mais conhecido como derrame cerebral. “O maior problema nesses casos é que a evolução da aterosclerose, em geral, é silenciosa, isso é, não gera sintomas. Em grande parte das pessoas, a primeira manifestação clínica é a própria complicação (infarto ou AVC), e, por isso, a prevenção e o diagnóstico precoce são tão importantes”, destaca o gerente médico da unidade MIP Aché, Carlos Eduardo Travassos.

Para evitar o acúmulo de placas de gordura, colesterol e demais substâncias que possam impedir as paredes das artérias e prejudicar o fluxo sanguíneo, algumas medidas são essenciais. “É indispensável não descuidar da saúde, realizar exames preventivos regularmente e manter a pressão arterial controlada. Também é importante cultivar um estilo de vida saudável, que inclui, certamente, parar de fumar, praticar atividades físicas e manter uma alimentação equilibrada, que pode ser complementada com o consumo de suplementos alimentares úteis no controle do colesterol.”

Os fitoesteróis extraídos da soja, canola e girassol, aliados a essas medidas, ajudam a inibir a absorção do colesterol no intestino e proporcionam benefícios ao organismo que podem ser notados a partir da terceira semana de uso do alimento, reduzindo de 8% a 15% o LDL, conhecido popularmente como o colesterol ruim. O consumo diário é de 1,3 a 2,0g de fitoesterol.

CIGARRO: PREJUÍZOS AO ORGANISMO
A fumaça do cigarro contém mais de cinco mil substâncias tóxicas. A nicotina, por exemplo, é a principal causadora do vício. Ela consegue, em apenas 10 segundos, percorrer todo o corpo humano, e quando inalada ou absorvida pelo pulmão, entra na corrente sanguínea e libera substâncias que proporcionam uma grande sensação de prazer. Já o monóxido de carbono (CO) em contato com a hemoglobina do sangue, dificulta a oxigenação e, consequentemente, priva alguns órgãos do oxigênio causando doenças como a aterosclerose.

O alcatrão, por sua vez, é responsável pelas manchas na pele, nos dedos e nos dentes dos fumantes. No pulmão, deixa uma coloração castanho-escura. O Arsênio, usado como pesticida durante o plantio do tabaco causa lesões em órgãos como fígado, pulmão, dentes, ossos, rins e coração. Já o acetato de chumbo, muito usado em tinturas para cabelo, afeta, sobretudo, pulmão e rins, gerando enfisema e câncer de pulmão.

Alimentação vegetariana: elitista ou popular?

Especialista defende que qualquer pessoa pode ter acesso a uma dieta mais saudável

Ao pensar em vegetarianismo, muitos questionam se a mudança dos hábitos alimentares pesará no bolso. O desconhecimento em relação às opções de pratos sem carne animal e a manutenção de alguns mitos fazem com que muitos acreditem que a dieta vegetariana ou vegana tenha um perfil elitista. Contudo, seguir um cardápio saudável não necessariamente compromete o orçamento familiar. Em uma dieta convencional, é o consumo da carne animal, que geralmente acaba onerando as compras, já que o produto tem um alto valor agregado. No caso dos vegetarianos, a base da alimentação inclui verduras, legumes, hortaliças e cereais, produtos, alimentos mais baratos na gôndola do supermercado.

Já quando o assunto são alimentos industrializados para vegetarianos e veganos, a Superbom, empresa alimentícia especializada em produtos saudáveis, tem um portfólio diversificado para quem segue uma dieta diferenciada e deseja pagar um preço justo por isso. Segundo o gerente de marketing da empresa, David Oliveira, o valor dos produtos é coerente com a qualidade dos ingredientes e com o cuidado durante a fabricação. “Um dos pilares da Superbom é produzir alimentos a partir da seleção dos melhores ingredientes. A salsicha vegetal, por exemplo, tem alto valor nutritivo. O mais recente lançamento da empresa, a linha de queijos 100% veganos, é resultado de estudos detalhados, realizados pelo Centro de Pesquisa e Desenvolvimento da Superbom, que criou um queijo vegetal, sem glúten e lactose com a mesma textura do produto convencional”, explica o gerente. “Conforme os produtos ganham popularidade e escala em vendas, o preço tende a cair também”, complementa o gerente.

Uma dieta vegetariana ou vegana pode ser uma composição de produtos veganos industrializados, naturais e orgânicos. “Essa mescla diminui os custos de uma dieta sem carne animal”, explica Oliveira. “Outro ponto que merece destaque é que o consumo de carne é um hábito, principalmente, entre os brasileiros. Em muitos países, as famílias comem carne apenas uma vez por semana, não apenas pelo gasto – em muitos países, é considerado um artigo de luxo -, mas por não considerarem saudável o consumo excessivo. A mudança dos hábitos alimentares representa uma economia também com a própria saúde, já que a dieta vegetariana reduz os riscos de doenças cardíacas, diabetes e hipertensão, e consequentemente os investimentos com assistência médica”, conclui o gerente da Superbom.

Em momentos de crise qual a saída mais econômica?

Com o atual cenário econômico na qual nos encontramos, o empreendedor farmacêutico precisa se ajustar, preocupando-se em não perder o foco em dois pontos: o front-end e o back-end.

O front-end são as pessoas que estão em contato direto com clientes, fornecedores e parceiros comerciais, enquanto back-end são aqueles que estão nos bastidores, fazendo a máquina corporativa funcionar.

Os funcionários destes dois lados é o seu capital humano que está diretamente ligado à eficiência e qualidade de sua marca e muitos gestores, nos momentos de crise, tem o dilema de qual deles entra primeiro na fila de corte de gastos.

Mas será que essa é a saída mais econômica?

A grande dificuldade é lidar com esses dois aspectos sem ter que abrir mão de nenhum desses dois pontos.

Qual o impacto econômico na dupla demissão e recontratação? Os custos – além dos trabalhistas – são calculados na tomada da decisão? Fatores como treinamento dos novos funcionários, o tempo de ajuste à rotina etc também são levados em conta?

Em muitos casos, um simples ajuste na estratégia pode fazer toda a diferença, mas cabe ao empreendedor farmacêutico definir qual rumo tomar.

Dentre os diversos fatores que dificultam (ou até mesmo inviabilizam) a inovação que os levem a alcançar seus objetivos são:

Falta de planejamento: muitos empreendedores se esquecem de incluir uma avaliação crítica de seu empreendimento, como gestão de processos e gestão estratégica.

Fatores econômicos: como está a sua gestão de compras? Sua equipe de vendas estão em sincronia com o departamento de compras e de marketing? Acreditem, tudo isso impacta profundamente no desempenho e na saúde econômica de sua empresa.

Concorrência: sem uma estratégia de mercado, um mapeamento de seus concorrentes e de sua área de atuação também fazem com que seu empreendimento não gere tanto lucro. Uma empresa engessada é uma empresa fadada a ficar em segundo plano, com mercado cada vez mais competitivo e clientes cada vez mais exigentes.

Boa parte desses fatores podem ser evitados através de uma consultoria eficiente: um bom consultor, saberá apontar as falhas que gestores não estão conseguindo enxergar, já que a massacrante rotina e pressão do dia-a-dia os impedem de enxergar a empresa de fora para dentro.

Nem sempre um consultor é caro. Muitas vezes, a falta de planejamento e a falta desse olhar externo podem sair mais caro.

Abrir suas portas para um consultor com expertise, pode trazer modernização e estruturação que sua empresa pode estar precisando, trazendo soluções para os mais diversos desafios que sua empresa pode estar passando.

A GSC Expertise está, desde 2010, abrindo portas, estruturando ou reestruturando organizações com levantamento e análise de dados da atual estrutura organizacional, processos, metodologias, pessoas, controles, identidade do negócio e capacitação, com seriedade, ética, sigilo e, principalmente, expertise farmacêutica!

Oncologista lança livro sobre a relação entre médico e paciente no tratamento de câncer

Nesta semana, o oncologista do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, Ricardo Caponero, lançou seu mais novo livro: “A Comunicação Médico-Paciente no Tratamento Oncológico” (MG Editores). Resultado de mais de 30 anos de observação e trabalho na área de oncologia, a obra analisa a importância do diálogo entre os envolvidos no tratamento de um câncer.

“Muitas pessoas ainda tratam essa doença como tabu. Isso porque elas não gostariam de vivenciar e ouvir determinadas coisas. Sendo assim, a conversa entre o doente e o profissional de saúde, que irá oferecer informações claras, precisas e verdadeiras, é vital. Se, no dia a dia, já é difícil estabelecer uma comunicação direta e eficiente, nessas circunstâncias isso se torna uma tarefa ainda mais desafiadora”, analisa o médico.

De acordo com estimativas do Instituto Nacional do Câncer (Inca), no Brasil, entre 2015 e 2016, deverão ser registrados aproximadamente 576.358 casos novos de câncer/ano. Acredita-se num total anual de 302.350 casos novos para o sexo masculino e 274.230 para o feminino. Entre os homens, as formas mais incidentes seriam os cânceres de pele não melanoma, próstata, pulmão, colón e reto e estômago; enquanto nas mulheres, os cânceres de pele não melanoma, mama, colo do útero, colón e reto e glândula tireoide.